Criação de Loja Virtual ou E-commerce

Criação de Website Institucional ou E-commerce
julho 25, 2018
Revista Neo Arte – Publicidade para Cascavel Paraná
outubro 16, 2018
Exibir tudo

criação de loja virtual ou E-commerce

Empreender virou uma necessidade e muita gente está buscando sua renda na criação de loja virtual. Quem busca o conhecimento para ingressar nas vendas online consegue superar os desafios da área e encontra neste segmento uma boa oportunidade de renda. E olha que o negócio pode crescer muito!

OS PROCESSOS ENVOLVIDOS NA CRIAÇÃO DE LOJA VIRTUAL

Se você também deseja saber como funciona a criação de loja virtual, vai poder agora conferir alguns processos que fazem parte na estruturação do comércio virtual. Nesta estrada, existem alguns mitos e as pessoas desconhecem as reais vantagens deste negócio. Justamente para esclarecer, apontamos aqui detalhes importantes e ainda elaboramos algumas dicas para o empreendedor digital.

1) O INÍCIO DA CRIAÇÃO DE LOJA VIRTUAL
Tudo começa como uma ideia. Se você já decidiu dar início a criação de loja virtual, certamente sabe também em qual setor quer atuar. Já citamos aqui, em outros artigos, os produtos mais vendidos na internet. Essa lista, que elaboramos com base em dados, pode ser usada como inspiração.

2) A PESQUISA COMO PARTE DO NEGÓCIO
Depois de escolher que tipo de produto deseja vender, é hora agora de apostar numa boa pesquisa. Primeiro, busque conhecer e entender os seus concorrentes. Quais são os tipos de produtos que eles oferecem?
Quais marcas trabalham? Como conversam com o público? Busque as respostas para as perguntas que um cliente faria e faz na hora de comprar. O que te encanta para fechar um negócio?

3) DETALHES TÉCNICOS
Depois de já ter uma base do seu plano de negócios, agora é a vez de pensar na estrutura. Diferentemente de uma loja física, a vitrine da sua loja será totalmente virtual e você não precisará de estoque, o que permite você investir apenas o necessário e aumentar as compras de acordo com a demanda.

É neste passo que você precisa buscar as diferentes plataformas de e- commerce. É possível até fazer a criação de loja virtual grátis, mas isso pode limitar alguns recursos que no futuro são indispensáveis.

AS PLATAFORMAS DE DESENVOLVIMENTO DE LOJA VIRTUAL
Existem diversas ferramentas que permitem você fazer o desenvolvimento de loja virtual. A verdade é que para utilizar essas estruturas existem algumas alternativas: a licença de uso ou aluguel da plataforma.

O mais em conta, normalmente, é o aluguel da plataforma. Além de ter um preço fechado, este sistema é totalmente vendido pré-formatado, o que não dá para mexer em muitos detalhes. Os valores neste caso são acessíveis e o empreendedor precisa se preocupar em apenas vender.

Do contrário, optando pela licença de uso de lojas virtuais open source, como o Magento, o empreendedor precisa se preocupar com os detalhes envolvidos no sistema, desde a parte visual até os mínimos detalhes técnicos. Muita gente acaba pagando para que um profissional participe do processo de personalização da página, o que pode sair um pouco caro.

Você não precisa escolher nenhuma das duas opções de cara, mas precisa sim fazer um levantamento de quanto precisa investir. No caso da locação, os valores variam de R$ 30 e podem ultrapassar a casa dos R$ 400. No caso do uso de plataformas gratuitas, mas que necessitam de um profissional, o valor pode ficar bem mais salgado, chegando na casa dos R$ 2.000.

4) FERRAMENTAS INTERNAS
Hoje existem várias ferramentas que são desenvolvidas para que o consumidor encontre determinado produto ou serviço. Dentro do seu site, por exemplo, ao planejar o desenvolvimento de loja virtual, considere ferramentas como SEO, as palavras chave que o Google usa para encontrar as empresas. Isso realmente faz toda a diferença.

5) LOGÍSTICA DO PRODUTO
Além de pensar nos detalhes acima, você precisa organizar como será a logística do produto que vai entregar. A lógico deste sistema pode ser iniciada desde o local de armazenamento até os cuidados para que o produto chegue em perfeita ordem na casa do consumidor. Além disso, avalie o quanto isso vai acrescentar no custo final para o comprador.

6) INVISTA NA COMUNICAÇÃO
Além de pensar nesses detalhes internos, pense também no público do seu produto. Como você quer falar com eles? Ou melhor, como eles querem receber sua mensagem em relação ao produto que está à venda? As redes sociais são ótimas ferramentas para este termômetro e por isso investir nelas é tão importante quanto a criação de loja virtual.

7) APOSTE EM TÉCNICAS DE VENDAS
As vendas são importantes, mas a forma que você chega no consumidor é fundamental para fechar ou não um bom negócio. Avalie isso e veja como você pode, de acordo com suas possibilidades, aprimorar esta característica em você. Lembre-se que vender pela internet tem prós e contras e este mundo virtual tem bastante concorrente.

8) ORGANIZE OS PROCESSOS DE FUNCIONAMENTO
Depois que você abrir a loja, lembre-se de organizar os seus diferentes processos internos. É preciso documentar as compras e as vendas realizadas. Além disso, quem puder investir numa plataforma sistematizada vai ganhar tempo com todo o processo.
De um modo geral, a criação de loja virtual envolve diferentes pontos importantes. É uma espécie de empresa organizada no mundo virtual e você, no começo, vai precisar conhecer um pouco de cada área. Só assim é possível ter noção dos processos e iniciar uma jornada empreendedora, de desenvolvimento de loja virtual.

Além deste artigo, outros posts aqui do portal podem auxiliar você na construção desse projeto de vida. Empreender é buscar conhecimento sempre e fazer tudo de forma organizada e planejada.

Os comentários estão encerrados.